Seguidores

.

.

Pesquisa personalizada
Calendário Feminista

24 de fevereiro – Dia da conquista do voto feminino no Brasil
8 de março – Dia Internacional da Mulher
30 de abril – Dia Nacional da Mulher
28 de maio – Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Nacional de Redução da Morte Materna
25 de julho – Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha
29 de agosto – Dia da Visibilidade Lésbica no Brasil
23 de setembro – Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças
28 de setembro – Dia pela Descriminalização do aborto na América e Caribe
10 de outubro – Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher
25 de outubro – Dia Internacional contra a Exploração da Mulher
25 de novembro – Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher
6 de dezembro – Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres

terça-feira, 10 de julho de 2012

Exibição do filme "A fonte das mulheres" - SP


CONVITE

Em julho, o Cinemulher em parceria com o Cineclube Darcy Ribeiro e a Escola de Sociologia e Política – ESP, convida para a exibição do filme A fonte das mulheres ((La source des femmes, 2011) do diretor Radu Mihaileanu (mesmo diretor de O concerto).

Nossa convidada é Sonia Coelho, integrante da SOF – Sempre Viva Organização Feminista e militante da Marcha Mundial de Mulheres.
  
Comentário

“No festivo, musical e politicamente correto A Fonte das Mulheres, o diretor romeno Radu Mihaileanu (O Concerto, Trem da Vida) imagina um manifesto feminista numa pequena comunidade muçulmana no Magreb, norte da África.
Coproduzido pela França, Bélgica e Itália, o filme concorreu à Palma de Ouro em Cannes 2011.
A pequena aldeia, assombrada pela seca, o desemprego e a corrupção das autoridades locais - que atrasam a instalação da água encanada e da eletricidade - sobrecarrega de trabalho pesado suas mulheres. Sempre levando baldes nas costas, ladeira acima, ladeira abaixo, várias delas, grávidas, perdem os filhos.
Depois de um novo aborto de uma delas, a jovem Leila (Leila Bekhti, de O Profeta), uma das raras mulheres que sabe ler, lidera uma greve de sexo, procurando forçar os homens locais a se mexerem para resolver os problemas do povoado”. Neusa Barbosa. Cineweb

Exibição digital
135 minutos

Quando: 14 de julho  – Sábado - 18 h.
Onde: Escola de Sociologia e Política - ESP
Cineclube Darci Ribeiro
Rua General Jardim, 522 - sala 2 - Florestan Fernandes
Entre os metrôs Santa Cecília e República

Atividade gratuita. Compareçam!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisa personalizada